A ESSÊNCIA DA ESTRATÉGIA É ESCOLHER O QUE NÃO FAZER

Estratégia envolve identificar as escolhas que têm que ser feitas para vencer os obstáculos que estão no caminho. Com frequência, escolher o que não fazer é tão importante quanto escolher o que fazer. É uma palavra quase sempre mal interpretada na administração.

A estratégia é a forma com que uma empresa vai de onde está, para onde deseja estar.

É quase tão possível seguir uma má estratégia quanto uma boa. Uma boa estratégia deve partir de uma análise da própria empresa, bem como de seus objetivos. A análise SWOT (forças, fraquezas, oportunidades e ameaças) é um dos sistemas mais usados para tais checagens, sendo mais eficaz quando usada em todas pessoas da organização, não apenas as do “topo”.

Para que seja feita uma boa estratégia é necessária a análise da concorrência e de qualquer ameaça que possa afetar a empresa. Uma análise planejada deve resultar em metas claras que capitalizam as forças e a flexibilidade da empresa às mudanças.

O que forma uma má estratégia é a simplicidade em planejá-la. O fácil é melhor de fazer mas não de agradar e trazer bons resultados a organização.